Tradutor

♛Curta nossa Fan Page♛

Modelo com Síndrome de Down representa a marca norte-americana Beauty & Pin Ups



Adoooooro 💋😘 A primeira mulher com síndrome de Down cara de uma marca de beleza Chama-se Katie Meade e foi escolhida para publicitar os novos produtos de beleza da norte-americana Beauty & Pin Ups
A marca norte-americana, direccionada para o estilo pin up dos anos 30 e 40, estava à procura de uma modelo para ser a cara de uma nova linha de máscaras e tratamentos para o cabelo quando descobriu Katie Meade. "A marca Beaty & Pin-Ups é uma celebração da emancipação da mulher, do que foi necessário para ser uma pin-up em 1935 e quer trazer essa mensagem para agora", disse Kenny Kahn, presidente da marca, ao The Telegraph. Os produtos chamam-se Fearless (destemida). "Assim que escolhemos o nome tornou-se fácil. Pensámos: ‘A Katie é destemida’." 💋💋😘😚💓💓💓💓💓

Nova onda: Porshe 911 Vintage Enferrujadinho da Silva




Nova onda Boys and Girls:
#Porsche 911 'ferrugento' é o sonho dos amantes do estilo #vintage
Empresa sueca em parceria com artista plástico decidiu pegar em alguns dos mais vistosos carros do mundo automóvel e deu-lhes um ar... desgastado.
Scott Kepple, artista plástico norte-americano achou que ainda há coisas a melhorar e, em parceria com a empresa sueca, WrapZone, decidiu dar-lhe um tom ‘old school’.

O resultado d trabalho de kepple acabou por ser uma decoração onde é simulado o desgaste de um carro como se este tivesse acabado de disputar uma etapa de um rali.

Além disso, acabou encostado numa garagem qualquer ao abandono, dá conta a Autohoje.Além do Porsche 911, também o VW Beetle, o Dodge Charger, entre outros, acabaram por ‘envelhecer’ nas mãos de Kepple.
💋 ^_^

Vintage Home, de Judith Miller


Vintage é um conceito que está a dar que falar e que tem cada vez mais entusiastas. O que é afinal uma peça Vintage? Está na moda, todos querem ter, mas o que é efectivamente Vintage, onde se podem encontrar e como distinguir verdadeiras peças Vintage de simples reproduções?
Existimos a um ritmo frenético e procuramos algo que nos faça abrandar e nos permita saborear a vida. É este sentimento que nos faz sentir uma nostalgia dos tempos passados, em que parecia existir uma maior capacidade de aproveitar a vida e de apreciar a beleza das pequenas coisas. Isso leva-nos a querer recuar no tempo, numa tentativa de recriar autênticas cápsulas do tempo, que nos permitam reencontrar esse momento onde nos perdemos para o voraz mundo contemporâneo e criar um refúgio que nos salvaguarde da agitação dos novos tempos.
A obra Vintage Home, de Judith Miller, dá-nos uma visão objetiva e de fácil entendimento sobre o significado deste conceito.O livro está muito bem estruturado e as explicações e descrições estão acessíveis e esclarecedoras, mesmo para quem não tenha conhecimentos mais especializados sobre o tema. A nível gráfico está igualmente muito bem conseguido, com fotografias de grande qualidade e detalhe, bem enquadradas com o texto, permitindo ao leitor ter um excelente complemento visual de apoio ao que está a ser explicado ou descrito.
Judith Miller começa por nos dar uma breve definição sobre o que é o Vintage, o que engloba, a inovação e a diversidade que trouxe ao mundo do design e da decoração de interiores. Logo nas primeiras linhas, ficamos a perceber os estilos que são considerados Vintage e a cronologia a que estão associados. Percebemos que oVintage veio romper com a monotonia de cores e formas e que inclui a grande maioria dos estilos artísticos/ decorativos do século XX, mais concretamente a partir dos anos 20, uma vez que as suas peças, por terem menos de 100 anos de história, não são ainda consideradas antiguidades. A autora alarga o conceito, prolongando a sua cronologia até ao século XXI, quando as questões ambientais começaram a tornar-se prioritárias, trazendo consigo o gosto pelo natural e orgânico e o interesse pela reutilização de peças e materiais usados, dando-lhes uma nova vida.
Após esta introdução, o livro divide-se em quatro capítulos, organizados cronologicamente, dedicados aos principais movimentos artísticos que o conceito deVintage integra e com a necessária contextualização histórica, revelando alguns dos principais acontecimentos que marcaram e influenciaram a arte e o design em cada década.
The Birth of Modernism é o 1º capítulo e faz uma introdução temática, percorrendo os estilos, desde 1880 até 1914, que antecederam o Modernismo propriamente dito e, consequentemente, o que é tido como Vintage. O 2º capítulo, Deco Worldabrange os estilos que emergiram entre as duas Guerras Mundiais, entre 1918 e 1945, caracterizados por uma renovada vontade de viver.
1946 a 1969 é o período explorado no 3º capítulo, New Lookcom o pós-guerra a marcar o início de uma nova era, com um novo sentimento de otimismo, o regresso da cor, o gosto pelo natural e orgânico e a curiosidade de explorar novos materiais e técnicas.
O último capítulo, New Modernsdescreve a era do Pós-modernismo, do Minimalismo e em que se observou a crescente propensão para a reutilização. Uma viagem pelas últimas décadas do século XX e os primeiros anos do século XXI,  pelas tendências que dominaram os anos entre 1970 e 2015, caracterizados por um certo radicalismo e anarquia de estilos.
Para todos os apaixonados pelo universo Vintage ou para aqueles que simplesmente têm vontade conhecer um pouco melhor este conceito, recomendo vivamente este livro, não apenas pela simplicidade e clareza dos seus textos e pela beleza dos grafismos, mas também pela legitimidade da informação disponibilizada. Judith Miller é uma referência na área das Antiguidades e do Vintage, resultado de uma longa e sólida carreira profissional.
Fonte: http://pt.blastingnews.com/cultura/2016/03/a-paixao-pelo-universo-vintage-00824803.html

Modelo sofre ataque cardíaco após ser vítima de bullying na web

A modelo Anna Sugar (Fotos: Reprodução/Facebook)
A modelo pin-up Anna Sugar, de 23 anos, afirma ter ficado tão estressada após sofrer com comentários maldosos e ameaças de morte nas redes sociais que acabou tendo umataque cardíaco.
Segundo o jornal britânico Mirror, as mensagens começaram quando a moça começou a trabalhar como modelo pin-up, quatro anos atrás. 
Em fevereiro de 2014, Anna sofreu o ataque cardíaco que, embora leve, gerou ainda mais críticas online e, assim, mais preocupação para a moça, que voltou a ser hospitalizada em outubro do ano passado. Nessa época, ela foi diagnosticada com asíndrome de Takotsubo - uma condição cardíaca causada por estresse, também conhecida como síndrome do coração partido.
Agora, recuperada e de volta à casa em Londres, na Inglaterra, a modelo quer conscientizar as pessoas sobre os perigos de cometer bullying na internet. "Na maioria das vezes, as pessoas só veem a imagem e nem pensam que existe uma pessoa por trás disso que irá ficar chateada", explica Anna. "Só queria saber o que eu fiz para merecer tanto ódio, mas todo mundo sofre com isso, mesmo sem razão", reflete ela, acrescentando que muitas pessoas chegaram a dizer que ela "parecia mais sexy agora que estava para morrer".

#Pepsi lança versões #retrô de seu refrigerante



#Pepsi lança versões #retrô de seu refrigerante: Lançamentos remetem a 1893, ano em que marca foi fundada.
Bebida é feita de nozes-de-cola, açúcar certificado e água com gás.<3 <3
A Pepsico, dona da Pepsi, lançou este mês duas versões estilo "retrô" de seu refrigerante nos Estados Unidos, numa tentativa de ampliar a presença no mercado de bebidas gasosas.
A marca que rivaliza com a Coca-Cola lançou esta semana latinhas em duas versões de refrigerante: Original Cola e Ginger Cola. Ambas remetem ao ano de 1893, quando a Pepsi foi fundada.
A bebida especial é feita de nozes-de-cola, açúcar certificado e água com gás, segundo a Pepsi, que na campanha do produto promete uma "experiência única e inesperada" ao consumidor. "Este é nosso passado feito no presente", diz o filme de lançamento.

Brooklyn (2015) o Filme


Emoticon heart
 Brooklyn (2015) Eillis (Saoirse Ronan) não vê futuro no conforto de casa, na Irlanda dos anos 50. Encorajada pela irmã – e ajudada por um padre amigo da família –, a jovem decide então tentar algo a mais em Nova Iorque.




 Saoirse Ronan, indicada ao #Oscar 2016 Está explêndida em Brooklyn

Ari by Ariana Grande - Debut Fragrance (Official Video)





Ariana Grandeacaba de lançar sua fragrância chamada Ari. E para celebrar a novidade, Ariana divulgou um curta-metragem todo gravado em clima retrô.

Map

Topo