Tradutor

♛Curta nossa Fan Page♛

Helen Palmer- Nova série do Fantástico

 
Série “Correio Feminino” é inspirada em crônicas escritas por Clarice Lispector. (Foto: TV Globo/Divulgação)

Nova série do Fantástico é inspirada em crônicas de Clarice Lispector

No elenco de "Correio Feminino", estão as atrizes Maria Fernanda Cândido, Luiza Brunet, Alessandra Maestrini e a top model Cintia Dicker.

O Fantástico estreia, no dia 27 de outubro, a “Correio Feminino” - inspirada em crônicas escritas por Clarice Lispector, sob o pseudônimo de Helen Palmer, para jornais das décadas de 1950 e 1960. São textos que tratam de questões do universo feminino e vão desde aulas de sedução a culinária e beleza .

No elenco, estão as atrizes Maria Fernanda Cândido, Alessandra Maestrini, Luiza Brunet e a top model internacional Cintia Dicker.  Com adaptação de Maria Camargo e direção de Luiz Fernando Carvalho, Maria Fernanda Cândido é Helen Palmer. É ela quem narra todos os episódios – nunca aparece de frente, apenas em partes.

Maria Fernanda Cândido  (Foto: TV Globo/Perla Rodrigues) 
Maria Fernanda Cândido dá voz a Helen Palmer.
(Foto: TV Globo/Perla Rodrigues)
"Primeira vez que o trabalho é essencialmente a voz. Para ser sincera, o processo foi parecido com qualquer personagem. Por mais que meu rosto não apareça, você tem que fazer a personagem", diz a atriz Maria Fernanda Cândido.
Na adaptação, ela é apresentadora de um programa de rádio e TV e sua voz representa uma figura afetuosa, sempre pronta para socorrer leitoras aflitas.


 Helen Palmer, ao contrário da própria Clarice, se expressava de forma coloquial e direta, cúmplice. Mas quando a máscara escorrega pelo rosto de Helen, é possível avistar Clarice.
Na série, Helen se relaciona com uma representação de três gerações de mulheres: a top model Cintia Dicker é uma jovem adolescente; a ex-modelo Luiza Brunet, uma mulher madura. "Envelhecer não é fácil. A mulher tem que mostrar as ruguinhas e quem está ali é a atriz. Eu não tenho nenhum problema em envelhecer", garante Luiza. 
Já Alessandra Maestrini interpreta a mulher jovem. "Quando o Luiz Fernando me convidou para fazer a personagem, ele contou que ela era apaixonada, mas como toda pessoa apaixonada, ela é desengonçada. E eu falei: 'sou eu'", brinca Maestrini.

Todas elas simbolizam as várias facetas do universo feminino e vão dialogar com a narrativa de Helen Palmer, sem se encontrarem.

 Assista o vídeo:

Fonte: http://g1.globo.com/fantastico/

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada ! Gosto muito de ler seu comentário aqui!
Volte sempre.
@pinupsdobrasil

Map

Topo